NAP

NÚCLEO DE AVALIAÇÃO E ANÁLISE DE POLÍTICAS SOCIAIS

Criado em 2002, tem como objetivo contribuir para a consolidação da temática da avaliação de políticas na área social. Do ponto de vista metodológico, concilia a reflexão teórica à postura propositiva no que toca às diversas formas de manifestação das desigualdades sociais no Brasil hoje. A noção de avaliação da política aqui utilizada subtende a política social como campo de expressão das contradições referentes à distribuição da riqueza social, e assim reconhece que nela se manifestam conflitos e residem possibilidades de geração de igualdades. À dimensão da avaliação se funde a concepção inovadora da Gestão Social, aqui entendida como campo aglutinador de conhecimentos e práticas que visam à redução das desigualdades sociais e à maximização da cidadania. Para tanto, supõe a análise crítica e a produção de instrumentos e técnicas que permitam tanto localizar e conhecer as distintas manifestações da desigualdade social e seus condicionantes, quanto propor alternativas e estratégias para seu enfrentamento através de políticas, programas e projetos sociais. Assim, ela se utiliza da dimensão da avaliação em que toca ao necessário aprofundamento da área social, e a incorpora para proposição e redefinição de linhas de ação.

Em 2014, os membros do NAP estiveram envolvidos na elaboração e desenvolvimento de projetos de avaliação de diferentes programas assistenciais, de saúde e transferência de renda, de juventude e de segurança alimentar e nutricional de âmbito estadual e nacional. No que concerne à participação em órgãos externos à Universidade, cabe salientar a inserção na diretoria do Centro Brasileiro de Estudos da Saúde/CEBES – uma das principais entidades ligadas ao Movimento da Reforma Sanitária – e a colaboração no desenvolvimento das diferentes atividades que ele tem desenvolvido, além da participação na Comissão Permanente de Ciências Sociais da Associação Brasileira de Pós-Graduação em Saúde Coletiva – ABRASCO. Igualmente ressalta-se a participação na comissão científica da Jornada anual do Serviço Social na Sociedade de Cardiologia do estado do Rio de Janeiro (SOCERJ). Cabe também destacar a parceria com o Canadian International Development Agency, Ryerson University, Canadá e a participação de uma das docentes do núcleo como membro da Comissão Permanente do Grupo Técnico do Conselho Nacional de Segurança Alimentar – CONSEA.

Os docentes do núcleo têm atuado como pareceristas para publicações tanto na área de Serviço Social como Saúde Coletiva bem como em projetos submetidos a diferentes agencias e programas de fomento, em especial CNPq e FAPERJ, além de participação em bancas de mestrado e doutorado em diferentes instituições e da participação em organização e apresentação de trabalhos em eventos científicos nacionais e internacionais.


DOCENTES:

Profª Drª Lenaura de Vasconcelos Costa Lobato
Doutora em Saúde Pública (ENSP) – (ver CV Lattes)
Áreas temáticas de pesquisa:
• Avaliação de políticas e programas sociais e de seguridade brasileiros (saúde, assistência e previdência);
• Institucionalização dos sistemas de políticas de seguridade social no Brasil no pós 88 – papel do estado, gestão publica, relações entre níveis de governo, instancias de pactuação, experiências estaduais e locais;
• Sistemas internacionais de proteção social.

Profª Drª Mônica de Castro Maia Senna
Doutora em Saúde Pública (ENSP) – (ver CV Lattes)
Áreas temáticas de pesquisa:
• Processo decisório, formulação e implementação de políticas sociais nas áreas de saúde e assistência social;
• Avaliação de políticas e programas sociais, com ênfase nas dimensões de equidade, descentralização e relações intergovernamentais, intersetorialidade e gestão pública;
• Implementação do Sistema Único de Saúde e Sistema Único de Assistência Social.

Profª Drª Luciene Burlandy Campos de Alcântara
Doutora em Saúde Pública (FIOCRUZ) – (ver CV Lattes)
Áreas temáticas de pesquisa:
• Sistemas, políticas e programas de segurança alimentar e nutricional e saúde;
• Análise de formulação, implementação e processo decisório;
• Analise da formulação e implementação de estratégias e programas sociais de combate à pobreza.

Copyright ©2016 - STI - Todos os direitos reservados